Como transformar o seu hospital numa organização otimista

por | Sep 28, 2020

Vivemos isto recentemente durante os meses mais difíceis da COVID 19… Tempos em que alguns serviços das Instituições de saúde estavam sobrecarregados e a pressão sobre os cuidados de saúde era enorme.

Muitos trabalhadores da saúde têm um recurso que os ajudou a responder a uma realidade tão adversa. O otimismo permitiu-lhes resolver problemas e conflitos de forma construtiva, porque o otimismo é uma fonte de motivação para a ação face a obstáculos desafiantes.

Estas pessoas otimistas constroem a sua história pensando que têm uma expectativa claramente positiva sobre o futuro. Podem ter tido melhor ou pior sorte na vida e talvez as coisas não estejam a correr particularmente bem para eles, mas não fogem da adversidade nem a mascaram, porque compreendem que, mesmo quando confrontados com um problema, este problema tem uma solução.

O otimismo é um recurso psicológico muito valioso que faz parte do capital psicológico das pessoas. E é, curiosamente, nas situações mais difíceis da vida, quando esse otimismo vem à tona.

Além disso, as expectativas positivas dos otimistas têm frequentemente actuado como profecias autorrealizadoras que produzem melhores resultados do que quando as dificuldades são antecipadas. Se acredita que pode fazê-lo, tem mais hipóteses de o conseguir do que se antecipar o fracasso…

    Ninguém trabalha arduamente se pensa que o seu projeto não terá êxito.

Otimismo organizacional

Mas aquelas pessoas otimistas que gostariam de mudar as coisas na sua organização nem sempre são apoiadas pela direção, que está mais preocupada em procurar falhas e erros do que em promover uma visão positiva que melhore o que já é bom na sua organização.

Estas organizações que não cultivam estes pontos positivos acabam por se tornar organizações cinzentas que tornam os seus empregados cinzentos também.

No entanto, para um hospital é inestimável ter trabalhadores otimistas porque a soma desses indivíduos otimistas, se apoiados pela direção, pode resultar num hospital otimista.

Porque o otimismo também pode ser coletivo. Grupos que esperam e farão todo o possível para que as coisas corram bem: isto é, otimismo organizacional.

    As organizações otimistas mostram práticas, recursos e um ambiente organizacional que se concentram nos aspetos positivos e têm expectativas positivas para o futuro.

O contexto e os elementos ambientais favorecem o comportamento positivo dos membros de uma organização otimista.

As organizações otimistas concentram-se na análise dos seus recursos e pontos fortes para gerar um ambiente de trabalho que lhes permita alcançar os seus objetivos, criando expectativas e gerando excitação entre os seus membros. Concentram-se em coisas que estão a correr bem. São organizações que conhecem os seus trabalhadores e lhes dão a oportunidade de agir e decidir livremente.

Práticas e recomendações para encorajar o otimismo nas organizações

As situações adversas devem ser analisadas, certificando-se de se concentrar nos pontos positivos e benéficos, e não nos fracassos e inconvenientes. Se olharmos apenas para os aspetos negativos, não descobriremos o bem que temos e podemos melhorar.

O passado condiciona-nos; devemos interpretá-lo através das suas consequências positivas, concentrando-nos nos êxitos e nos bons momentos que vivemos: experiências bem-sucedidas aumentam o otimismo.

Devemos implementar uma estratégia de dar sugestões e soluções em vez de reclamações e críticas: o feedback positivo (de colegas, supervisor, utilizadores, clientes, etc.) centra-se no que está a correr bem.

A organização deve fazer um esforço para descobrir as qualidades e competências das pessoas que nela trabalham, especialmente no que diz respeito aos pontos fortes pessoais. O conhecimento interpessoal dos colegas que interagem numa base regular deve também ser encorajado.

Reforçar o apoio técnico e social: pedir e receber apoio deve tornar-se um ato satisfatório; e a organização deve articular estratégias de colaboração que favoreçam estas interações.

As organizações devem dar destaque às pessoas otimistas porque o otimismo é contagioso: desta forma, os líderes formais já não são os únicos modelos de aprendizagem e é possível aprender a analisar os problemas de uma forma otimista.

Verdadeiro otimismo

Como vimos, o otimismo consiste, nada mais nada menos, em focalizar principalmente a informação positiva, uma vez que isto gera expectativas positivas para o futuro: motiva a ação e orienta os esforços para que as coisas aconteçam.

As pessoas otimistas trabalham em organizações otimistas porque são organizações que facilitam estilos de trabalho e práticas organizacionais otimistas.

Também no seu caso, da sua posição, pode ajudar a mudar as coisas no seu hospital: mantenha o melhor de tudo, diga aos seus colegas o quanto aprecia o que eles fazem, não hesite em pedir ajuda e ajude também os outros…

Com esta atitude e o apoio da direção… o vosso hospital tornar-se-á certamente um hospital otimista!

Verónica Gil

Soy responsable de contenidos de la Fundación Hospital Optimista EXPERIENCIA Soy maestra de formación y una apasionada de las lenguas, el lenguaje y la comunicación. Mi experiencia profesional me ha llevado por sectores tan diversos como el turismo, la logística y desde hace ya unos años el marketing y la comunicación. PUEDO AYUDARTE EN... Soy tu contacto en todo lo que concierne a la comunicación en la Fundación Hospital Optimista. Aseguro la creación de contenidos de la fundación y el contacto con medios de comunicación y con nuestro público a través de las redes sociales.

¡No te vayas! Aún hay más…

No se encontraron resultados

La página solicitada no pudo encontrarse. Trate de perfeccionar su búsqueda o utilice la navegación para localizar la entrada.

0 comentarios

Enviar un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
Share This

Compártelo